Tenho poucos anos, não posso dizer que passei por tudo nessa vida, mas posso dizer que tudo que passei foi intenso. Intenso até demais. Já chorei muito, ri muito, briguei muito, brinquei muito, me diverti muito, me escondi muito, amei muito, sofri muito... tudo foi com uma intensidade sem igual. Não me arrependo de nada que fiz, mas talvez se o tempo voltasse eu mudaria algo, algum detalhe que eu deixei passar despercebido. Sinto saudades. Ou, melhor. Vivo de saudades, ela me consome, me corrói, me destrói, me fortalece, me faz crescer, faz com que eu mergulhe em um mar de solidão, um mar de desespero. Fico perdida, sem saber o que fazer ou para onde recorrer. Sinto falta de abraços, de beijos, de carinho. Quando inquieta, com aperto no coração só peço a Deus para abraçar-me e sinto uma calma tão grande em meu coração. (conflitosdeadolescentes)
1 2 3 4
theme por renato-07-12 ©



Cuidado com suas escolhas. Deus é misericordioso, mas isso não significa que você ficará livre das consequências.



Tem um momento em nossas vidas que passamos por uma zona de transição. Onde deixamos algo para trás e vamos em busca de algo novo.
O problema é que nessa zona é o pior momento de nossas vidas - por enquanto, pode apostar.
Dói ter que mudar seus habitos, ter que se adabtar a novos lugares, novas pessoas, novos costumes.
Dói ter que deixar as pessoas, seus amigos, as risadas, os medos, as angústias, as tristezas.
Dói ver que você passa por essa zona sozinha, sem um ombro amigo, sem um apoio, uma motivação, um abraço.












As vezes tão doce, outras vezes tão azedo. Tinha dias que era sem graça, e outros dias estava podre até demais. Mas do que adianta? Se for a sua “fruta” preferida, você não vai deixar de gostar dela por isso.
Thiara Macedo (sdpm)